Você já deve ter escutado alguém falar sobre a governança corporativa por aí. Mas, afinal, você sabe o que isso significa? Conhece as vantagens que a governança corporativa pode proporcionar ao seu negócio e por que a sua empresa deve adotar hoje mesmo a governança? É sobre essas questões que iremos discutir no post de hoje. Refletir sobre a governança corporativa é essencial porque, hoje, é uma ferramenta atual, e, mais do que isso, crucial para que uma empresa se destaque no meio corporativo. A governança corporativa pode ser definida de diversas formas, contudo, o órgão especializado no assunto, o Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (IBGC) a define como um sistema a partir do qual as empresas devem ser dirigidas e monitoradas. Atualmente, entidades que conseguem colocar a governança em prática de forma efetiva ganham uma maior vantagem competitiva.

Como transformar o meu negócio em uma governança corporativa?Como transformar o meu negócio em uma governança corporativa?

Conta-se, nesse processo, com acionistas e cotistas, com um Conselho Consultivo, com um Conselho de Administração, com uma Diretoria, com uma auditoria independente (externa) e com um Conselho Fiscal. O IBGC entende que as boas práticas de governança corporativa têm como escopo a finalidade de aumentar o valor do negócio, facilitar o acesso ao capital, bem como visa contribuir para com a sua longevidade. Nesse sentido, pode-se destacar que a governança corporativa tem como principal objetivo recuperar e garantir a confiabilidade dos acionistas e stakeholders (partes interessadas). Cria-se, portanto, um conjunto eficiente de mecanismos de incentivo e monitoramento para assegurar o bom comportamento dos executivos, devendo estar de acordo com os interesses dos acionistas. Respeitar os quatro pilares da governança e ter um Conselho Administrativo é crucial para aderir ao modelo.

Como chegar à eficiência a partir da governança corporativa?Como chegar à eficiência a partir da governança corporativa?

Para que o seu negócio adote, com eficácia, o modelo da governança, deve-se atentar a algumas práticas para que os quatro pilares que sustentam a governança corporativa sejam respeitados (transparência, eficiência, prestação de contas/accountability e responsabilidade corporativa). Elas são:

  • Controle da comunicação entre os proprietários: em um sistema de governança corporativa é crucial que as questões societárias estejam sempre bem resolvidas. Não são aceitáveis situações em que há o desvio da finalidade (a empresa é utilizada como fachada para outro negócio), ou, ainda, confusão patrimonial (confusão ao registrar e usar os bens da pessoa jurídica pelos sócios enquanto pessoas físicas). A realização de assembleias de forma periódica, ou, ainda, de reuniões entre os sócios, a fim de que todos saibam o que acontece é essencial. Boas práticas de governança corporativa demandam uma boa organização quanto à agenda, pautas, atas e documentações dessas reuniões;
  • Crie um Conselho Consultivo e um Conselho Administrativo: outra prática fundamental para que você esteja, de fato, empregando a governança corporativa, é a criação do Conselho Consultivo e do Conselho Administrativo. Não devem ser vistos pelos gestores como um obstáculo, mas como um grupo de pessoas responsáveis por garantir a sobrevivência da empresa. Assim sendo, o Conselho supervisiona o relacionamento do seu negócio com os demais stakeholder, e, assim, funciona como um elo que liga os sócio com os entes da organização. Ele é formado a partir das particularidades da sua própria empresa, e, assim, depende de variáveis específicas à sua companhia, porém, geralmente, cinco pessoas são necessárias para que o Conselho possa ser iniciado, pois isso garante uma variedade, mesmo que mínima, de pontos de vista diferentes.

Por que a governança corporativa é importante para o seu negócio?

Por que a governança corporativa é importante para o seu negócio?

Os processos e fluxos de informação em uma empresa, com o tempo, ficam mais complexos. Isso se dá em razão do fato de que o mercado e a economia estão sempre se modificando e se reajustando ao mundo atual, e, desse modo, as margens de erro no mercado globalizado e competitivo são cada vez menores, o que torna o equilíbrio entre os interesses dos seus stakeholders com os seus essencial. Assim sendo, o sistema de governança corporativa contribui para com a prevenção de que uma parcela desses stakeholder não se sinta prejudica, e, ainda, ao mesmo tempo, o sistema evita que excessos e desvios de finalidade sejam realidades do seu negócio. Dentre os principais benefícios fomentados pela governança corporativa, alguns se destacam:

  • Melhoria da gestão empresarial: a partir da governança corporativa, o seu negócio será capaz de adotar um pensamento estratégico mais bem elaborado e ele irá refletir diretamente na gestão a sua companhia, uma vez que a qualidade das decisões e a eficiência dos processos são afetados de forma positiva;
  • Preservação e aumento do valor: com a melhoria da gestão, as decisões a serem tomadas são baseadas no planejamento estratégico, impactando, de modo positivo, na performance financeira. Assim sendo, os custos de produção diminuem e há menor risco de fraudes e desvios, o que agrega mais valor à sua empresa;
  • Valorização da imagem: a governança corporativa, quando bem executada, garante que os valores ligados à identidade de sua marca sejam aplicados na prática e essa é a melhor forma de fazer com que o público interno e externo se engaje com o que propõe no mercado;
  • Atração de investidores: empresas que são conhecidas por serem transparentes costumam possuir as melhores condições de negócio, e, como tal, fornecedores, clientes, instituições bancárias e demais stakeholders investem mais facilmente em tais negócios, pois entidades que inspiram clareza, transparência e organização são as primeiras cogitadas por aqueles que investem em uma dada companhia

Desenvolver a cultura da governança corporativa é fundamental para que um país consiga desenvolver o seu mercado, melhorar a economia, bem como para gerar empregos. Contudo, deve ficar claro que para se chegar à governança corporativa de qualidade é preciso que os interesses de todos os stakeholder sejam satisfeitos a longo prazo, pois isso garante a longevidade e estabilidade do seu negócio. A governança corporativa, a partir do seu sistema, garante o sucesso à longo prazo, pois estrutura a empresa, cria um código de conduta, realiza auditorias e preza pela transparência.

Terceiro Setor

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here