Com o objetivo de mapear a capacidade criativa e empreendedora das OSCs e entender a relação entre o terceiro setor e negócios de impacto, o CEATs (FEA/USP) lançou, em parceria com o  Instituto de Cidadania Empresarial (ICE) e a Ashoka, a pesquisa “Lições da prática: reflexões sobre os elos entre OSC e negócios de impacto socioambientais”.

O estudo, conduzido pelas professoras da FEA-USP, Rosa Maria Fischer e Graziella Comini, constata que existe um ambiente propício para implementação de iniciativas de mercado no âmbito das OCSs. Para chegar a esta conclusão, foram realizadas 12 entrevistas em profundidade, um workshop e o mapeamento com 50 lideranças de OSCs de diferentes setores que já haviam implementado algum tipo de experiência de geração de receita em suas organizações.

Segundo a pesquisa, parte dessas OSCs já pilotam experiências, outras intensificam atividades de geração de receita e outras ainda desenvolvem seus modelos de negócios. Existem também as organizações que já nasceram com uma lógica híbrida (gerar impacto e ser rentável). Apesar das diferenças entre as organizações, o consenso existe: todas devem se preocupar em tomar decisões pautadas em critérios socioambientais e econômicos, a fim de garantir a sobrevivência no longo prazo.

Dentre os desafios enfrentados, destacam-se a dificuldade em desenvolver um modelo de negócios estruturado; a falta de compreensão de terminologias do mundo dos negócios; a inexistência de investimento semente para testar modelos inovadores; e, sobretudo, o risco (e medo) de se desvirtuar da missão.

Já as motivações vão desde a atual dificuldade de captação de recursos, o desejo em sair da lógica do projeto de curto prazo e a demanda de prestação de serviços por potenciais clientes.

De acordo com o estudo, seja qual for o modelo adotado pela organização, a missão institucional da organização deve sempre nortear as ações e inovações. Diferente do senso comum relacionado à lógica de mercado, a pesquisa aponta que esta é uma oportunidade para as OSCs demonstrarem que é possível atuar em um contexto competitivo com valores e princípios voltados para a colaboração, transformação positiva e responsabilidade socioambiental.

Fonte: GIFE

Pesquisa mapeia conexões entre OSCs e negócios de impacto

Rate this post
Terceiro Setor
Artigo anteriorHoje, na APAE de Brotas, falando sobre “Indicadores de Resultado Social no Terceiro Setor”
Próximo artigoOnde posso adquirir meu exemplar do “ONG Sustentável”?
Fundador e principal executivo da Tozzi Associados, José Alberto Tozzi é um estudioso e um dos mais requisitados especialistas em “gestão e profissionalização de entidades do Terceiro Setor”. É diretor da Associação dos alunos e ex-alunos dos MBAs da USP – entidade focada na pesquisa de soluções para o Terceiro Setor. É formado em administração de empresas pela FGV e em ciências contábeis – com pós-graduação em análise de sistemas e MBA executivo internacional – pela USP. Contador e auditor licenciado pela CVM, adquiriu experiência nas áreas de auditoria, consultoria, administração contábil, financeira, fiscal, informática, suprimentos e recursos humanos como diretor em empresas de grande porte. Já ministrou dezenas de cursos, palestras e workshops sobre “ gestão e profissionalização de entidades do Terceiro Setor ”. Veja os principais: Instrutor: • Gestão Eficaz de Recursos Financeiros – GESC da Associação dos Alunos e Ex Alunos do MBA da USP – 20 horas aula. • Controladoria e Gestão para Organizações do Terceiro Setor – Tozzi Associados – 20 horas aula. • Curso de Planejamento Legal e Contábil das Gratuidades da Entidade Beneficente – Econômica Desenvolvimento Empresarial. – 16 horas aula. Palestrante: • Simpósio de Contabilidade do Terceiro Setor – Econômica Desenvolvimento Empresarial • Seminário de Capacitação Gerencial – Instituto WCF Brasil • Balanço Social – Congresso Brasileiro de Ações Sociais Corporativas, Governamentais e não Governamentais. • Controladoria e Gestão para Organizações do Terceiro Setor – Abrinq Programa Nossas Crianças • Gestão do Processo de Captação de Recursos – Dearo • Gestão de Entidades do Terceiro Setor – Conselho Municipal de Assistência Social – Barueri SIGRATS Parceiro no desenvolvimento da Solução de Gerenciamento Integrado da Atividade Social (responsável pela parte contábil e financeira).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here