Atualização da base de dados e alterações no layout. Essas são algumas das mudanças implementadas no Mapa das OSC nos últimos meses. O objetivo foi trazer para a plataforma informações de organizações criadas e ativas no país até novembro de 2020 – antes, o ano de referência era 2018 – e facilitar a navegação, além de deixar o design mais moderno e atrativo.

Agora, estão mapeadas 815.676 OSCs. A região Sudeste continua sendo a localidade que registra a maior quantidade de sedes de entidades: 41,5% das organizações, seguida pelo Nordeste (24,7%), pelo Sul (18,4%), pelo Centro-Oeste (8,2%) e pelo Norte (7,2%). Ainda de acordo com os novos dados, foram criadas em 2019 e 2020 37.157 novas OSCs no país.

Outra informação atualizada é que, atualmente, 80,9% das organizações mapeadas são classificadas como associação privada. As organizações religiosas compreendem 17,4% das instituições e as fundações privadas, 1,5%. Além disso, Desenvolvimento e defesa de direitos e interesses segue representando a área de atuação com maior quantidade de OSC no país: 35,9% do total. Na sequência estão: Religião: 29,6%; Cultura e recreação: 10,9%; Assistência social, Educação e pesquisa e Associações Patronais e profissionais: 3,6% cada. A área da Saúde concentra 1,0% de OSCs.

Sobre os vínculos de trabalho, quase 90% das OSCs não registraram trabalhadores com vínculos formais em 2020, contra 83% em 2018. A área de atuação das organizações que registra mais vínculos é a da Saúde: 36,9%. Em seguida, aparecem: Educação e pesquisa (23,6%) e Desenvolvimento e defesa de direitos (13,4%). Apenas 732 OSCs brasileiras possuem mais de 500 vínculos de trabalho ativos.

Para saber mais sobre o assunto, clique no link abaixo e entenda a metodologia de atualização dos dados do Mapa

Saiba mais clicando aqui. 

 

 

Rate this post
Terceiro Setor

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here