Instituto BRF, responsável pelos investimentos sociais da BRF, lança a primeira edição do Ecco Comunidades, em parceria com as organizações Prosas e Quintessa. O programa tem como objetivo apoiar soluções que atuam na redução de perdas e desperdícios de alimentos, além de promover o desenvolvimento territorial a partir da implementação de novas ações em alguns municípios onde a empresa está presente, como Dourados (MS), Lucas do Rio Verde (MT), Nova Mutum (MT), Rio Verde (GO) e Uberlândia (MG). Até 20 de agosto, startups de todo o Brasil podem se inscrever por meio do site: https://editaisibrf.prosas.com.br/eccocomunidadesstartups.html.

De acordo com a FAO (A Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura), cerca de um terço do alimento no mundo é desperdiçado e 14% é perdido antes mesmo de chegar ao comércio. Entendendo as especificidades da perda e desperdício na cadeia produtiva e de consumo do Brasil e a necessidade de reduzir a perda e desperdício de alimentos, foi criado o programa Ecco Comunidades.

A iniciativa será dividida em duas fases. Na primeira, serão selecionadas até oito startups que participarão de um programa de aceleração. Durante 4 meses, elas receberão apoio individualizado de um gestor do Quintessa e de executivos da BRF para atuar nos desafios estratégicos específicos de cada um e participarão de workshops em grupo.

As startups da primeira fase estarão elegíveis para serem selecionadas para a segunda fase do programa, durante a qual poderão implementar suas soluções nos territórios de atuação da BRF. Cada iniciativa receberá até R$90 mil e terá o apoio do Quintessa na implementação dos pilotos e das OSCs locais (organizações da sociedade civil) com atuação relevante nos territórios para que possam acompanhar e apoiar o desenvolvimento dos projetos, trazendo legitimidade e articulação local.

“O Instituto BRF trabalha desde 2012 para promover o desenvolvimento e a inclusão nas localidades onde a empresa está presente. Com o Ecco Comunidades, queremos promover impacto social positivo por meio da inovação, ampliando nossos esforços para combater o desperdício de alimentos e promover segurança alimentar em parceria com a sociedade civil. O programa faz parte de uma série de ações da BRF e do Instituto que tiveram início com a plataforma que batizou a iniciativa, o Ecco, Especialista de Consumo Consciente que educa e sensibiliza para esse desafio global”, diz Bárbara Azevedo, gerente do Instituto BRF.

Anna de Souza Aranha, diretora do Quintessa, aceleradora de impacto referência no Brasil e parceira da iniciativa, comenta: “a iniciativa mostra o potencial de colocarmos a inovação como lente para a geração de impacto positivo, reunindo diversos atores para lidar com esta temática complexa. Vamos gerar valor para os territórios ao atuar em parceria com as startups, que trazem suas soluções inovadoras, escaláveis e já com eficácia comprovada, bem como com as OSCs locais. Além de gerar o legado de transformação local por meio das soluções, o programa deixará um legado para as startups, por meio da aceleração, e para as OSCs, por meio do suporte dedicado a elas”.

Para seguir com a inscrição, é importante que as startups já estejam em estágio operacional e que possuam um projeto pronto para implementação ou que seja facilmente adaptado.

 

Fonte: GIFE

Terceiro Setor

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here