Com o objetivo de promover a inclusão, a Anjuss, uma empresa de Curitiba (PR), decidiu criar um projeto para investir no desenvolvimento de brinquedos inclusivos para crianças com deficiência.

A ideia surgiu a partir da constatação de que jovens com deficiência não conseguiam participar dos projetos de skate promovidos pela empresa, por falta de acessibilidade. A partir daí, a organização começou a fazer testes, inicialmente criando uma junção de skate e tirolesa.

No início, o equipamento não era prático, precisando ser preso ao chão ou pendurado no teto. Depois de algumas tentativas, no entanto, o Projeto In Move conseguiu criar modelos móveis e desmontáveis, que podem ser colocados tanto em ambientes fechados quanto abertos.

Até o momento, a empresa possui a patente de quatro brinquedos do tipo: tirolesa, skate, gangorra e balanço. E mais brinquedos estão sendo desenvolvidos.

Os brinquedos são adaptados para que crianças com e sem deficiência possam brincar juntas, e visam promover a inclusão das crianças com deficiência. Além disso, eles têm o propósito de ajudá-las a brincarem de forma mais independente.

A Secretaria Municipal do Esporte, Lazer e Juventude (Smelj) de Curitiba, em parceria com a Secretaria Municipal da Educação, comprou um kit desses brinquedos inclusivos para levar para diferentes áreas da cidade.

Para saber mais sobre o projeto, acesse o site da iniciativa.

Fonte: Observatório do Terceiro Setor

Empresa desenvolve brinquedos portáteis para crianças com deficiência

Rate this post
Terceiro Setor

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here