tozzi

Declaração de Imposto de Renda 2022 traz novidades; confira quais são

Compartilhe!

Conteúdo

Prazo para o envio da declaração começa nesta segunda-feira (7) e vai até 29 de abril

A partir desta segunda-feira (7), os contribuintes podem preencher e enviar a declaração de imposto de renda de pessoa física (IRPF) 2022. Este ano, o prazo ficou mais curto e termina no dia 29 de abril. De acordo com o secretário especial da Receita Federal, Julio Cesar Vieira Gomes, a expectativa é de que 34,1 milhões de declarações sejam enviadas até o fim do prazo.

A Receita Federal e o Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) apresentam novidades. A principal delas é a ampliação do acesso à declaração pré-preenchida por meio de todas as plataformas disponíveis e o recebimento da restituição e o pagamento de DARF (Documento de Arrecadação de Receita Federal) via PIX, desde que a chave PIX seja o CPF do titular da declaração.

Segundo a Receita, não será possível informar chave PIX diferente do CPF. Ou seja, e-mails, telefones ou chaves aleatórias não podem ser utilizados para recebimento de restituição do imposto de renda. Para pagamento do DARF, a guia será emitida com o QR Code.

Declaração pré-preenchida

O documento para a declaração pré-preenchida está disponível em todas as plataformas (programa gerador, aplicativo Meu Imposto de Renda ou e-CAC), com autenticação por contas Gov.br níveis ouro ou prata. Ela possui informações relativas a rendimentos, deduções, bens e direitos e dívidas e ônus reais e que são alimentadas diretamente no PGD IRPF 2022, sem a necessidade de digitação.

Para criar a conta Gov.br, é preciso acessar o portal, inserir as informações e realizar os procedimentos de confirmação. Aqueles que acessam a plataforma a partir de bancos integrados pertencem ao nível prata. Já o ouro é concedido automaticamente a quem tem biometria facial feita pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). É possível, ainda, fazer a validação biométrica no celular (a partir do app para Android ou iOS) e obter o nível ouro.

Quem deve declarar 

Entre os contribuintes que estão obrigados a apresentar a declaração anual referente ao exercício de 2022, ano-calendário 2021, estão aqueles que:

– Receberam rendimentos tributáveis, sujeitos ao ajuste na declaração, cuja soma foi superior a R$ 28.559,70 (vinte e oito mil, quinhentos e cinquenta e nove reais e setenta centavos) e, em relação à atividade rural, obtiveram receita bruta em valor superior a R$ 142.798,50 (cento e quarenta e dois mil, setecentos e noventa e oito reais e cinquenta centavos);

– Receberam rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma foi superior a R$ 40.000,00 (quarenta mil reais);

– Obtiveram, em qualquer mês, ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto, ou realizaram operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas;

– Tiveram, em 31 de dezembro, a posse ou a propriedade de bens ou direitos, inclusive terra nua, de valor total superior a R$ 300.000,00 (trezentos mil reais);

Como declarar 

A declaração pode ser feita por meio do programa gerador ou no ambiente “Meu Imposto de Renda”, que está disponível no portal da Receita Federal, no e-CAC e no aplicativo para Android ou para iOS.

– Computador, por meio do PGD IRPF 2022, disponível no site da Secretaria da Receita Federal do Brasil (RFB) na Internet, no endereço: https://www.gov.br/receitafederal/pt-br;

– Dispositivos móveis, tais como tablets e smartphones, mediante acesso ao serviço “Meu Imposto de Renda”, disponível por meio do aplicativo APP “Meu Imposto de Renda”, disponível nas lojas de aplicativos Google Play, para o sistema operacional Android, ou App Store, para o sistema operacional iOS;

– Computador, mediante acesso ao serviço “Meu Imposto de Renda”, disponível no Centro Virtual de Atendimento (e-CAC) que pode ser acessado por meio deste endereço: eCAC – Centro Virtual de Atendimento (fazenda.gov.br), de acordo com o disposto na Instrução Normativa RFB nº 1.995, de 24 de novembro de 2020.

Deduções 

Para o exercício de 2022, ano-calendário de 2021, as deduções com dependentes estão limitadas a R$ 2.275,08 por dependente; as despesas com educação têm limite individual anual de R$ 3.561,50; limite de dedução do desconto simplificado de R$ 16.754,34 para constarem na declaração, os dependentes, de qualquer idade, deverão estar inscritos no CPF.

Cronograma de restituição 

A restituição do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física (IRPF), referente ao exercício de 2022, ano-calendário de 2021, será efetuada em 5 (cinco) lotes, no período de maio a setembro de 2022.

1º lote – 31 de maio de 2022;

2º lote – 30 de junho de 2022;

3º lote – 29 de julho de 2022;

4º lote – 31 de agosto de 2022; e

5º lote – 30 de setembro de 2022.

Rate this post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WeCreativez WhatsApp Support
Vários serviços da Alto Nível para o desenvolvimento da sua Instituição. Gestão com Resultado!
👋 Olá, como posso ajudar?